Ração para cachorro idoso: como escolher a melhor?

Ração para cachorro idoso: como escolher a melhor?

Assim como os seres humanos merecem cuidados especiais quando envelhecem, o mesmo acontece com os cachorros conforme o tempo vai passando. Por isso, encontrar a ração para cachorro idoso que seja capaz de oferecer tudo o que o seu pet precisa é fundamental para tornar essa etapa da vida do animal cheia de saúde e de disposição.

Sabendo disso, vamos te passar algumas orientações para que a escolha da ração para cachorro idoso seja a mais assertiva possível.

Quais são os sinais de envelhecimento do pet?

Antes de explicarmos os diferenciais da ração para cachorro idoso, vamos listar alguns sinais de envelhecimento a fim de fazer com que a aquisição do alimento ideal fique mais fácil.

Conforme o tempo vai passando, as pessoas que vão envelhecendo tendem a apresentar os cabelos brancos, não é mesmo? O processo com os cães ocorre da mesma forma, pois os pelos dele tendem a ganhar uma tonalidade branca ou cinza e vão perdendo o brilho.

Outra característica é que eles além de comer menos, vão perdendo os sentidos, ou seja, eles sofrem com a redução de sua capacidade auditiva, da visão e/ou do olfato. Eles ainda vão ficando mais lentos, tendo mais vontade de dormir do que praticar atividades físicas e os calos aparecem nos cotovelos e na pele.  

Ração sênior: qual é o diferencial?

Para escolher a melhor ração para cachorro idoso é fundamental entender o que é a ração sênior e qual o diferencial apresentado por ela. Quando os cachorros chegam à terceira idade, eles tendem a mudar de comportamento, ou seja, vão ficando mais calmos e com o avançar dos anos, a alimentação precisa de cuidados especiais.

A ração para cachorro idoso é um alimento que tem um valor nutricional alto e é marcado por ingredientes diferenciados.

Elas costumam ser furadas no meio ou aeradas, porque isso faz com que os pets idosos tenham maior facilidade para mastigar, pois conforme o tempo passa, é comum que eles tenham uma dentição mais sensível ou apresentem problemas dentários.

Como tendem a reter mais energia, porque passam mais tempo dormindo, os níveis energéticos da alimentação são mais baixos.

É comum ainda encontrar uma alimentação que seja fabricada com glucosamina e condroitina, porque são componentes que atuam diretamente ajudam em problemas nas articulações, característica muito comum nessa fase da vida.

Veja também: Ração úmida x ração seca: qual é a melhor para o seu pet?

Como escolher a ração para cachorro idoso?

Para que o tutor escolha a melhor opção de ração para cachorro idoso, a orientação é que ele considere se a alimentação conta com menos calorias e gorduras.

Essa característica é importante, porque como ele está mais lento, a tendencia é que gaste menos energia e se a ração é rica em gorduras e calorias, o cachorro pode ficar obeso e isso não é bom.

Além disso, é preciso pensar em uma alimentação que auxilie no processo digestivo, por isso é fundamental observar se ela conta com fibras e, ainda, verificar a presença de minerais e vitaminas que são responsáveis por fazer com que o pet tem acesso a tudo o que ele precisa para gozar de uma boa saúde mesmo na velhice. 

Onde comprar ração para cachorro idoso em BH e região?

Agora que você já conferiu as nossas dicas, conte com a ABC da Ração, porque nós temos as melhores opções de ração em BH. Os melhores preços, a entrega mais rápida e o melhor atendimento. Entre em contato!